Água mole, terra dura

21 de março de 2015

Um precioso trabalho de conclusão de curso em Comunicação apresenta um panorama da situação hídrica na Bahia

© Evandro VeigaaguamoleNa semana em que se comemora o Dia Mundial da Água e, em função dele, se ampliam justificadamente os debates sobre a crise de abastecimento que afeta vastas regiões de nosso país, Bahiaciência apresenta a seus leitores o belo especial “Água Mole Terra Dura”. Trata-se de trabalho de fôlego do jornalista Edvan Lessa, jovem repórter da revista, desenvolvido nos últimos meses para a conclusão de sua graduação em Comunicação na Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Nessa imersão numa agenda corriqueiramente limitada ao público especializado, Edvan  explora não só a riqueza da água na Bahia, mas também os efeitos da seca e os conflitos em torno do líquido fundamental à vida na Terra. O resultado é um panorama da situação hídrica do quinto maior estado do Brasil em extensão territorial, ambiente fértil para atividades que muitas vezes provocam estresse entre camponeses e povos tradicionais, os quais dependem diretamente da água para sobreviver e manter o seu modo de vida. Em três dossiês, além de duas seções com uma cronologia da situação em Caetité – município do semiárido que passa por racionamento – e Ilha de Maré, região de Salvador sem saneamento, o trabalho merece cuidadosa  leitura antes e depois de 22 de março de 2015.

Leia em http://www.aguamoleterradura.com

Deixe uma resposta