Adido agrícola na Rússia

27 de julho de 2015 -

 

© DivulgaçãoAntonio Alberto Rocha Oliveira

Antonio Alberto Rocha Oliveira

Antonio Alberto Rocha Oliveira, que há 35 anos é pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura, em Cruz das Almas, assumiu a função de adido agrícola da Embaixada do Brasil em Moscou. Engenheiro agrônomo pela Universidade de Brasília (UnB), Oliveira é doutor em biologia pura e aplicada pela Universidade de Leeds, na Inglaterra, e fez pós-doutorado em fisiofitopatologia na Universidade do Havaí. Ele participou de um processo seletivo com 195 funcionários do Ministério da Agricultura e de órgãos vinculados, como a Embrapa e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que escolheu sete novos adidos agrícolas. “O adido agrícola tem como tarefa principal identificar oportunidades de exportação para os produtos nacionais, ajudando o governo brasileiro na abertura e manutenção de mercados”, disse Oliveira ao site da Embrapa. Uma de suas primeiras tarefas em Moscou foi dar apoio para a visita que a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, fez à Rússia, em julho.

Deixe uma resposta