As lutas de Anísio Teixeira

30 de outubro de 2014 -

A Fundação para o Desenvolvimento da Ciência na Bahia  “Como sabe, estamos com a Fundação para o Desenvolvimento da Ciência engatinhando… Antes mesmo de se pôr de pé – já tinha, sob seus auspícios, o convênio com a Unesco (Metraux) e o convênio com a Columbia University (Estudo Social de Comunidades). Mas somos ambiciosos. E no programa para 1951/52, queríamos … Leia mais

Amigos que se vão, saudades que ficam

28 de agosto de 2014 -

“Tarde na várzea com chuva A João Ubaldo Ribeiro (“Não existe poesia sem infância”, ele disse) A chuva há de passar… De quando em quando, um alarido vem pelo ar, fugidio. Na tarde bruxuleante, além do rio, Teles e Caboclinho estão jogando. Não posso ver; a chuva me atrapalha. Vestindo sedas, clamo aos ares, rogo. Avanço a rua. Minha tia … Leia mais

Gregório de Mattos e Guerra, nosso “boca do inferno”

28 de agosto de 2014 -

A obra de Gregório de Mattos e Guerra (1636-1695), o “Boca do Inferno”, poeta baiano, filho de portugueses, tornou-se conhecida graças, em grande parte, ao trabalho de copistas anônimos que os perenizaram em códices apócrifos, no século XVIII. Enquanto ele viveu, no século XVII, seus poemas satíricos circularam pregados às escondidas por anônimos nas paredes de prédios públicos em Salvador. … Leia mais

Horas ígneas

22 de junho de 2014 -
ed01_PedroKilkerry

Eu sôrvo o haxixe do estio… E evolve um cheiro, bestial, Ao solo quente, como o cio De um chacal. Distensas, rebrilham sôbre Um verdor, flamâncias de asa… Circula um vapor de cobre Os montes – de cinza e brasa. Sombras de voz hei no ouvido – De amôres, ruivos, protervos – E anda no céu, sacudido, Um pó vibrante … Leia mais